ANP | Piloto de Fórmula 1 Ayrton Senna, monge em Tibete

Comunicado à imprensa
Piloto de Fórmula 1 Ayrton Senna, monge em Tibete

 

UTRECHT / CURAÇAU – O falecido piloto de Fórmula-1 Ayrton Senna fala sobre sua vida como um monge no Tibete com o jornalista-médium Martien Verstraaten. Na 4ª palestra do livro hoje publicado “Borboletas não podem Tamarar e Tâmaras não podem Borboletear” – Genética de uma carreira interna e externa, Verstraaten leva em conta sua viagem ao Tibete e à vida tibetana de Ayrton Senna.

A data oficial de lançamento do livro é 15 de março de 2011, o dia em que o livro será apresentado ao Vice-Ministro Plenipotenciário do país de Curaçau, em Haia, o Sr. Humphrey (Pim) Senior.

O engenheiro Angel R. Salsbach, político e ex-Vice-Governador de Curaçau, escreve no prefácio do livro de Verstraaten sobre Gerenciamento Transformacional: “A vida e a vida passada do piloto de Fórmula-1 brasileiro Ayrton Senna é um exemplo maravilhoso de parar o coração de como uma carreira pode ser trazida à tona”.

Como médium e escritor de espíritos Verstraaten dá a palavra à Ayrton Senna, fala com ele, passeia pelo seu passado, revela e deixa-se revelar. Sobre sua vida e a vida passada, sua carreira premiada, e sobre a causa da sua morte violenta em 1994, durante o acidente no circuito de Ímola, Itália. O acidente de carro fatal vem com uma luz diferente.

Senna como monge
As entrevistas fornecem a visão na missão de Senna que forma a base para o sucesso posterior. A visão sobre o seu passado revela que os blocos de construção para sua carreira bem-sucedida são encontrados em um mosteiro no montanhoso Tibete. Em seu livro Verstraaten mostra a partir da pesquisa longitudinal a relação entre a carreira atual de uma pessoa, sua infância / adolescência e a relevante carreira da vida passada da pessoa.

Política e o ritual da alta magia
Depois da Holanda e Curaçau Verstraaten morou e trabalhou vários anos como vidente e médium na brasileira Salvador da Bahia. A cidade mágica da cantora Daniela Mercury e do político e “grande mestre”, Antônio Carlos Magalhães, naquela época presidente do Senado Federal do Brasil. Verstraaten estudara o mágico Candomblé, uma religião Afro-Brasileira, e descobriu que a política e o ritual da alta magia andam de mãos dadas.

Gurus de Wimbledon
Os gurus de hoje em dia não usam mais togas e nem se isolam nas montanhas, escreveu Cássia Candra no Correio da Bahia. Os gurus de hoje são corredores espirituais que pilotam monstros de corrida, brilham sob a grama sagrada de Wimbledon, jogam futebol em transe na grama brasileira, ou tuitam como líderes políticos apaixonados na arena moderna.

O livro foi traduzido para o português-brasileiro.

// Fim do comunicado

 

Links: https://martienverstraaten.com/websiteportugees/eventos/senna.html

Nota para a redação:
Para mais informações e/ou imagens você pode entrar em contato com:

M     +31 (0)6 16195225
W     www.martienverstraaten.com

____________________________________________

Anexos: 3

LivroMartien1.jpg         flyer em holandês
LivroMartien2.jpg         flyer em português
LivroMartien.pdf           flyer em holandês e português